Na "Segurança" de Sua Própria Casa?

Por Kayleigh Yerdon, Estagiária de Verão 2015, Universidade de Cornell Em artigos recentes, discutimos os benefícios de fazer compras online e fornecemos uma lista de dicas para fazer compras durante o Natal - o que, para muitos de nós, inclui compras online e em lojas reais. Estes artigos, entre outros, mostram um padrão: o mundo está se virando claramente para os consumos com base na Internet. Na verdade, essa tendência foi comprovada recentemente, uma vez que a chamada Cyber Segunda-Feira (Cyber Monday) deste ano foi o maior dia de vendas online de sempre, faturando perto de 3 bilhões de dólares. E isso apenas em compras online Outras formas de transação monetária online, como os pagamentos através do Venmo (um aplicativo móvel para pagar e solicitar pagamentos a amigos) ou de serviços bancários online, também ganharam muita popularidade nos últimos cinco anos.

É evidente que muitos de nós, se pudessem, optariam por ignorar os pagamentos em dinheiro físico e prefeririam "pagar com cartão" ou pagar online. A verdade é que é muito mais simples dessa maneira. Não precisamos ir na loja ou no caixa eletrônico. Podemos fazer tudo isso no conforto e na segurança de nossas próprias casas. Mas será que a segurança de nossa casa é realmente segura? Vamos revelar algumas dicas rápidas para ajudar você a manter suas informações seguras na internet enquanto desfruta da facilidade de fazer transações online:

  1. Confie No Que Conhece

Se um site parece suspeito, provavelmente é. Compre em sites que você conhece para evitar fraudes.

  1. "Senha" NÃO é uma Boa Senha

Esta é muito importante e nós ouvimos isso o tempo todo: escolha senhas complexas. Não utilize o seu aniversário, os nomes de seus animais de estimação, sua cidade natal, ou qualquer coisa que possa ser associada a você: é fácil encontrar essa informação online. Facilmente identificado significa facilmente roubado. Além disso, não utilize a mesma senha para todas as conta que você abre.

  1. Não Faça Auto-Save Nas Senhas

Se você perder o seu telefone ou computador e todas as suas senhas estiverem gravadas, você facilitou a missão de quem quiser roubar suas informações. Gaste esses três segundos extra para digitar suas senhas sempre que você quer entrar em suas contas.

  1. Fuja dos Pop-ups

Esta é habitual. Não, provavelmente você não ganhou um milhão de dólares por ser o milésimo usuário em um site do qual você nunca ouviu falar. Se você deixar, esses anúncios Pop-Up podem ser usados para coletar inúmeras informações financeiras. Portanto, fuja deles!

  1. O "S" é Importante

Ao dar suas informações a um site - especialmente suas informações financeiras - verifique se o endereço web contém "https" em vez de apenas "http". Isso significa que o site passou controlos de segurança.

  1. Pense No Seu Wi-Fi

Se você está fazendo uma grande compra em um Wi-Fi público, vale a pena esperar até chegar em casa. Pode ser muito fácil rastrear suas atividades em redes Wi-Fi sem código de segurança - incluindo suas informações de cartão de crédito.

  1. Feche os Aplicativos de Serviços Bancários Online

Visite frequentemente seu site de serviços bancários para obter uma lista completa de suas transações. Isto não só irá ajudá-lo a controlar os seus gastos, mas também vai permitir que você detete rapidamente qualquer transação falsa.

  1. Escolha o Crédito

Se o número de seu cartão de débito for roubado, o dinheiro pode ser instantaneamente retirado de sua conta corrente. Por outro lado, os cartões de crédito têm mais proteções e atrasam os pagamentos, pelo que você pode agir rapidamente para recuperar seu dinheiro e mudar o número de seu cartão.

  1. Utilize Aplicativos de Proteção de Dinheiro

Embora muitas pessoas utilizem aplicativos de despesa e orçamentação, elas se esquecem de que também existem muitos aplicativos seguros para prevenir o roubo de identidades e as fraudes com cartões de crédito. Com alguns aplicativos, você pode até mesmo receber notificações quando o seu número de cartão de crédito é usado fora de sua localização atual. Tire proveito de tudo o que a tecnologia tem para oferecer!

  1. O Principal é a Confiança

A maioria dos fornecedores honestos tem um selo de aprovação dado por uma organização, representando a fiabilidade verificada do site. Muitas vezes, os sites de gestão de dinheiro ou de comércio online também têm uma lista de regulamentos legais. Esses elementos são cruciais para comprovar a segurança de um site - verifique sempre se existe um selo!

Resumindo, o mundo está se tornando cada vez mais móvel e as transações online estão cada vez mais fáceis, e é por isso que não podemos esquecer como manter nossa informação em segurança. Pense nessas dicas na próxima vez que você precisar analisar a fiabilidade de um site!