Vamos Falar Sobre Análise Qualitativa

Por Kayleigh Yerdon, Cornell University Sempre dizemos a você para “pesquisar” antes de escolher as ações em que irá investir, mas, às vezes, pesquisar pode ser algo complicado. Há uma série de coisas que você pode pesquisar sobre uma empresa: seus produtos, potencial de crescimento, estrutura de custos e por aí vai. Como saber por onde começar? Muitas pessoas começam pela análise qualitativa, análise fundamentalista e análise técnica. E agora você está se perguntando, e o quê é isso? Parece ser complicado demais. Mas não é tão difícil assim quando você aprende por partes.

A análise qualitativa de uma empresa geralmente define as partes mais subjetivas de um negócio – fatores que não podem ser explicados por números, mas podem dar muitas informações sobre o futuro da empresa. Por outro lado, a análise fundamentalista mergulha nos diversos aspectos quantitativos que podem descrever uma empresa – coisas como a taxa de crescimento, lucro anual e fluxo de caixa. Por último, a análise técnica é um sumário do desempenho específico do passado das ações no mercado. Todos esses tipos de análise podem dar ao investidor uma ideia mais abrangente do valor da empresa, possibilitando que o valor futuro da companhia seja previsto com mais certeza. Mas por onde devemos começar?

Vamos começar com o primeiro tipo de análise: análise qualitativa. Algumas das questões mais importantes que você deve se perguntar ao começar uma pesquisa para a análise qualitativa foram listadas abaixo. Apesar de não ser uma lista completa de todas as coisas que você deve considerar em sua pesquisa, você perceberá que ela dá uma boa ideia de como começar.

  1. Administração:

Quem administra a empresa? Tente descobrir quem está em posições primárias de hierarquia: CEO, CFO, COO, CMO, etc. e descubra quais são seus objetivos. Há quanto tempo essas pessoas estão no comando? Normalmente, se uma pessoa está no comando por um bom tempo, o fato sugere que sua administração foi bem sucedida na representação dos objetivos da empresa. Da onde eles são? A partir desta pergunta, analise a formação acadêmica e posições anteriores. Com uma simples busca no Google, você também pode acabar descobrindo o estilo de administração da empresa. A gerência é mais severa ou mais permissiva? Como esse estilo funcionou (ou não funcionou) na empresa no passado? Estilos de administração diferentes podem prejudicar ou melhorar um negócio, por isso, entender sobre a estrutura administrativa de uma empresa pode lhe fornecer informações bastante úteis.

  1. Clientes

Os clientes estão satisfeitos com os produtos ou serviços deles? Quanto eles estão dispostos a pagar pelos mesmos serviços? Com que frequência os clientes retornam para realizar novas compras com a empresa? Procure por opiniões de clientes online para ter acesso a um bom indicador de quão felizes antigos consumidores estão com suas compras. Clientes satisfeitos podem significar maior crescimento! Pense a respeito: se você ama seu novo MacBook, você pode considerar comprar mais produtos no futuro ou até investir nas ações da Apple.

  1. Reponsabilidade social

Que tipo de impacto essa empresa e seus produtos têm na comunidade? A fabricação desses produtos afeta positivamente ou negativamente a comunidade local ou o planeta de algum modo? A companhia está afiliada a alguma organização externa? Responder questões como essas pode dar uma pista do sentimento geral das pessoas mais próximas à empresa que você está pesquisando. Por exemplo, se um negócio está altamente envolvido na promoção da saúde física e nutricional, mais consumidores podem acabar consumindo os alimentos simplesmente pelos valores positivos da empresa!

  1. Produtos Atuais e Desenvolvimento Tecnológico

Que tipo de produtos e serviços a empresa oferece? Como essa empresa diferencia (ou pretende diferenciar) seus produtos de outros na indústria? Com que frequência as pessoas necessitam ou usam esses produtos? A empresa fornece um grande número de produtos a fim de melhor atender o mercado? Familiarizar-se com os produtos da empresa é sempre uma boa maneira de entender sua missão, fonte de receita e parcela de mercado.

  1. Lançamento de Novos Produtos

Qual é o cronograma de lançamento de novos produtos? A empresa possui algum novo produto que será lançado em breve? A resposta para essas perguntas pode ser difícil de ser obtida, mas a depender do cronograma de seu novo lançamento, você pode planejar melhor quando comprar ações da empresa.

  1. Marketing e Branding

Que tipo de anúncios ou promoções essa empresa faz? De que modo (e com que frequência) eles entram em contato com seus clientes? Suas campanhas de marketing passadas foram bem-sucedidas? Eles estão direcionando produtos de marketing para as pessoas certas? O que o nome da marca significa para você? Questões como essas são indicativos importantes do sucesso futuro da empresa. Se uma empresa não consegue entrar em contato com clientes (e clientes em potencial) do modo mais efetivo possível, pode ser complicado alcançar os lucros que esperam. Ao responder essas perguntas, você também pode considerar dar uma olhada em estratégias de mercado de outros líderes da indústria e quaisquer competidores próximos da empresa. Saber como os esforços colocados no marketing de uma empresa estão em comparação aos esforços colocados pela competição pode ser um bom indicador do sucesso futuro relativo a toda a indústria.

  1. Crescimento Futuro Potencial

Onde eu posso comprar produtos dessa empresa? Como a empresa planeja expandir para mercados ainda não explorados? Esses produtos são algo que consumidores de todo o mundo poderiam se interessar? Se a empresa tem um bom alcance global ou potencial de expansão, você poderá considerar mais seriamente o investimento.

  1. Habilidade de Adaptação

Como a empresa se adaptou às adversidades no passado? A resposta para essa pergunta pode mostrar quão bem a empresa pode se adaptar aos mercados instáveis e demandas dos consumidores no futuro, o que pode ser um bom indicador do sucesso futuro. Por exemplo, uma empresa como a Blockbuster (loja de aluguel de filmes) foi incapaz de se adaptar à mudança na tecnologia e já não existe mais, enquanto uma empresa como a Netflix foi capaz de migrar do seu antigo formato de aluguel de DVDs para um modelo de serviço completamente online.

Você pode não ser capaz de achar informações sobre todos esses assuntos e a lista pode não incluir todos os fatores, mas ter as respostas mesmo que para algumas dessas perguntas pode, com toda certeza, melhorar sua compreensão do atual nível de sucesso da empresa. Você pode, então, usar o conhecimento que tem para analisar onde a empresa estará no futuro. Observação: É difícil prever o futuro ao olhar para o passado; mas quanto mais você saber sobre uma empresa, mais confiante você estará ao fazer suas decisões de investimento. Não deixe de ler na semana que vem um sumário sobre a análise fundamentalista!