A Nova Droga da Geração do Milênio Futebol de Fantasia

Este artigo foi originalmente apresentado no site Forbes.com por Neale Godfrey, Conselho de Consultores da DriveWealth Trocadilhos à parte, é um grande negócio.  A Wikipedia define o Futebol de Fantasia como "... um jogo estatístico no qual os jogadores competem uns contra os outros, gerindo grupos de jogadores reais ou unidades posicionais selecionadas de equipas de futebol americano."Perante os escândalos de informação privilegiada da DraftKings e da FanDuel que apareceram na imprensa na semana passada, muitos dos meus contemporâneos estão perguntando: "O que é o Futebol de Fantasia? "(Para meu desgosto, não é um jogo jogado na Ilha da Fantasia depois de você ouvir "o avião, o avião").

O site NFL.com diz que "Você seleciona a partir de uma lista com os melhores jogadores da NFL e eles competem semanalmente para a sua equipe (que você cria). O desempenho desses jogadores em campo determina os pontos de fantasia e o sucesso global que você tem".  E a TechSpot explica que "Os 'proprietários' de todas as equipes se reúnem no início da temporada e selecionam os seus jogadores, de uma maneira muito parecida com o que a NFL faz todos os anos em abril. Quando a temporada começa, os proprietários selecionam quais os jogadores que vão "jogar" a cada semana, o que significa que eles podem acumular pontos de fantasia para a equipe.  Os jogadores ganham pontos quando alcançam determinadas metas, como marcar touchdowns ou alcançar uma certa quantidade de jardas".

Minha definição: O Futebol de Fantasia é jogatina pura. E no que diz respeito à demografia dos usuários "neste jogo," a Eilers Research descobriu que "a maioria deles são indivíduos da geração do milênio, do sexo masculino, e cerca de 48% costumavam jogar poker online. "

 Qual a Dimensão do Negócio do Futebol de Fantasia?

A American Express mostrou em um estudo recente que 74,7 milhões de americanos vão participar de um campeonato de Fantasy Football em 2015, gastando com isso cerca 4,6 bilhões de dólares.  Como sabemos agora, a DraftKings e a FanDuel são duas das principais empresas de marketing e promoção deste mercado; no entanto, a Yahoo, a Disney e a CBS estão entrando na briga. Que tal a DraftKings oferecendo 25 milhões de dólares em prêmios garantidos para a semana de abertura, enquanto a FanDuel ofereceu 12 milhões?  "A DraftKings espera pagar este ano cerca de 2 bilhões de dólares em prêmios, e alguns jogos de Futebol de Fantasia pagam até 10 milhões de dólares por semana", de acordo com CNN Money. Para mim, parece um grande negócio.

As redes de TV receiam perder audiências, já que os fãs enchem a Internet procurando pontuações de Futebol de Fantasia.  Em reação a isso, "os estádios listam em seus placares estatísticas de Fantasia para outros jogos para que os fãs possam acompanhar.  E as equipes estão melhorando a cobertura sem fio e o Wi-Fi nos estádios para ajudar os fãs a ficar atualizados ao minuto.  Que tal "Há um ano, a liga renovou seu contrato de exclusividade com a DirecTV para exibir os jogos que estão fora de mercado (em sua TV) por uma média de 1,5 bilhões dólares por ano", segundo a CNN Money.

As empresas de marketing estão ganhando.  "As empresas de Fantasia ganham dinheiro diariamente ao pegarem uma fatia - geralmente em torno de 10 por cento - de taxas de entrada, que vão desde 1 dólar para campeonatos de apostas baixas até ligas de milhares de dólares", indica o site Cleveland.com. E o negócio não é limitado ao futebol; ele está expandindo para todos os esportes.

 Será Que o Mundo dos Jogos de Casino Vai Ignorar Isto?

Não. Eles já tentaram lutar contra o Futebol da Fantasia. Eles estão alegando que apostar 20 dólares para ganhar 1 milhão ao escolher uma combinação vitoriosa de jogadores da NFL é um jogo de azar. "... Os casinos de Las Vegas e os sites de apostas oficiais sentem que estão sendo discriminados", relato o US News & World Report.

As apostas esportivas são ilegais em todos os estados exceto no Nevada. Mas eles podem não ter muito a dizer sobre esta situação, pois os esportes de fantasia diários são legais em todos os estados, exceto cinco; Arizona, Iowa, Louisiana, Montana e Washington. "A lei federal considerou que os esportes de fantasia são um jogo de habilidade que é, por conseguinte, totalmente legal", de acordo com a CNN Money.  "A lei federal aplica-se ao processamento de pagamentos para apostas online para conter as apostas desportivas online e, para esse fim, permite que empresas de esportes da fantasiaprocessem as transações." Os esportes da fantasia não são considerados jogos de azar online, graças a uma brecha na Lei de Jogos Ilegais na Internetde 2006. A Associated Press informou que "a indústria dos jogos de fantasia diz que já é legal e não tem qualquer interesse em ser regulada se isso implicar o rótulo de "jogo de azar".  Eles estão satisfeitos com o rótulo de "esportes da fantasia".

 Vício:  Uma História com uma Lição

Como em todos os vício de jogatina, os usuários são atraídos pelos anúncios sensuais e pelos enormes prêmios potenciais. "Esses anúncios nunca dizem uma verdade simples sobre as competições diárias de fantasia: Ainda que qualquer jogador possa ter sorte com algumas entradas, com o tempo quase todo o dinheiro dos prêmios é absorvido por uma pequena elite equipada com elaborados métodos de estatística e ferramentas automatizadas que conseguem gerenciar centenas de entradas de uma só vez e identificar os adversários mais fracos," relata a Bloomberg. Os melhores jogadores são conhecidos como "tubarões"; eles são muito bons e podem passar várias horas todos os dias jogando obsessivamente.

Como acontece com qualquer jogo de azar, quem perde dinheiro (os peixes pequenos) pode ter sorte, ganhar algumas vezes e ser atraídos de volta para o jogo.  Segundo dados publicados em julho no Sports Business Journal, "36 por cento das taxas de entrada perdidas em um único site durante a primeira metade da atual temporada de beisebol veio de apenas 5 por cento dos jogadores."  Em declarações à Bloomberg, Daniel Singer, conselheiro sênior da McKinsey & Global Sports Co.'s & Gaming Practice, e co-autor desse estudo, disse que "estes grandes gastadores investiram uma média de $3.600 em taxas de entrada e perderam uma média de $1.100, um resultado negativo de 31 por cento." O estudo reforçar também que "os jogadores habilidosos têm uma vantagem enorme. No primeiro semestre de 2015..., 91 por cento dos... lucros foram obtidos por apenas 1,3 por cento dos jogadores."

É preciso dizer mais?  Você pode adivinhar meu conselho sobre isto.  Considere esse tipo de aposta como parte de seu "Orçamento de Entretenimento".  Se você acha melhor gastar seu dinheiro nisto (e sim, é isso que você está fazendo) do que numa saída noturna... a escolha é sua. Deixo as palavras de Wilson Mizner, o dramaturgo e narrador americano, quando o questionaram sobre o assunto: "Jogos de azar: A maneira segura de ganhar nada com alguma coisa".