Dicas para manter sua estratégia de investimento intata neste Natal

Por Nicole Dugan Mesmo que você tenha definido como prioridade poupar e investir em ações ao longo do ano, a época de Natal pode muitas vezes provocar um rombo em seu orçamento mensal. Entre comprar presentes e preparar as festas, o mês de dezembro é uma época em que muitos de nós esquecemos nossos orçamentos e gastamos demais. Eis algumas dicas para ajudá-lo a controlar suas despesas nestas férias, e para que você não abra mão de suas rotinas de poupança e seus objetivos de investimento.

O jogo dos números

Para se manter dentro do orçamento durante esta época, você precisa criar esse orçamento primeiro! Comece por fazer uma lista das pessoas para as quais você irá comprar presentes e defina um valor para cada pessoa. Quando você sabe exatamente quanto está disposto a gastar com cada pessoa de sua lista, fica mais fácil manter o rigor e evitar gastar demasiado em presentes que você não pode pagar.

Crie um Plano de Ataque

Compre com um plano. Se você já tem uma ideia do que deseja comprar para cada pessoa de sua lista, é menos provável que você faça compras impulsivas. Ao identificar os presentes que quer comprar, você pode economizar dinheiro comparando o preço desses objetos na internet. Você poderá conseguir encontrar o mesmo produto mais barato em uma outra loja, pelo que investir algum tempo navegando na internet antes de ir ao shopping poderá ajudar você a economizar dinheiro no longo prazo.

A questão é o dinheiro

Todos sabemos que o Natal é caro. Além da lista de presentes para comprar, você também que fazer um montão de biscoitos e pensar nas decorações. Você pode ser convidado para uma festa ou duas, o que pode significar uma despesa inesperada para comprar um presente para o anfitrião ou anfitrã. Por isso, é importante cortar nas despesas sempre que possível.  Se você está participando de um amigo oculto ou de uma troca de presentes com os amigos, por exemplo, sugira um limite de preço. As carteiras dos seus amigos irão agradecer.

Seja Exigente

Nem todos os métodos de pagamento são iguais. Se o mundo fosse perfeito, você iria começar a poupar para o Natal em junho e entraria no shopping com dinheiro em mãos para comprar todos os seus presentes. Na realidade, isso nem sempre é possível. Faça todos os esforços possíveis para fazer suas compras com dinheiro ou com cartão de débito. Se você tiver que usar seu cartão de crédito, escolha aquele que tiver a TAEG mais baixa e elabore uma estratégia para pagar nos próximos meses. Você pode até considerar a hipótese de transferir o saldo de seu cartão de crédito para um cartão que tenha uma TAEG de 0% no primeiro ano. Aí, você só precisa garantir que paga o saldo inicial antes que o ano acabe!

Dê Também um Presente Para Você Mesmo

Mesmo que você tenha definido como prioridade poupar e investir uma certa quantia em cada mês, é possível que você não consiga reservar essa mesma quantidade durante o Natal devido à pressão extra sobre sua carteira. Aceite esse facto e reserve o valor que for possível - qualquer quantia conta. Participe das festividades de fim de ano, mas não se esqueça de colocar de lado uma pequena quantia de economias para você mesmo - você merece.

Se você seguir estas dicas para criar um plano de despesas para as festas de Natal, você não vai precisar de abandonar completamente a estratégia de investimento com a qual você se comprometeu. Faça todos os esforços possíveis para manter seu orçamento e prometa a si mesmo investir o que sobrar após dar todos os seus presentes.